Alentejo

O Alentejo herdou dos Romanos os processos mais tradicionais de vinifcação, com a fermentação em ânforas de barro, mas, a grande revolução na produção de vinho ocorreu em 1988 quando o Alentejo se tornou DOC.


Esta região árida, de grandes paisagens abertas, é limitada a sul pelo Algarve e a norte pelas marges dos rios Tejo e Sado.Hoje em dia a IGP dos Alentejo reveste-se de maior relevância embora a região esteja divida em 8 sub-regiões (portalegre).

Nesta imensidão de planícies, existem 3 serras muito importantes que são as de S.  Mamede, Ossa e Portel. Nos seus topos formam-se micro-climas. Na ausência de montanhas o clima é basicamente mediterrânico e continental, influênciado por verões muito quentes e secos.
Estas paisagens têm uma quantidade incontável de solos. Pode escolher argila, granito, calcário e  xisto, embora não sejam muito férteis.