Ao utilizar este website está a concordar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade e uso de cookies

OK

Vinhas velhas 15 Dez '20

Vinhas velhas é uma nomenclatura que aparece com frequência nos rótulos de vinho.

Hoje não é complicado encontrar um vinho de vinhas velhas Douro ou um vinho de vinhas velhas Alentejo. O mais difícil é mesmo descobrir o quão velhas são essas vinhas que dão a origem a vinhos de vinhas velhas tinto e a vinhos de vinhas velhas branco.

 

O que são vinhas velhas?

Mas afinal, o que são vinhas velhas? A resposta não é simples e objetiva, porque as opiniões dividem-se. Há quem afirme que uma vinha torna-se velha a partir dos 25 anos, por ser por volta dessa idade que a sua produção pode começar a decrescer.

Agora questiono: então se aos 25 anos são velhas, o que serão aos 75 ou aos 100 anos? A minha opinião em relação a este tema é simples: eu comparo a idade das vinhas com a idade de uma pessoa. Dessa forma, as vinhas velhas, para mim, começam a partir dos 65-70 anos, isto é, quando entram na terceira idade.

Passados todos esses anos as videiras adquirem a sabedoria do tempo, pois a planta vai adquirindo um sistema radicular que a protege das adversidades e mudanças climáticas constantes que se passam acima do solo.

 

Características das vinhas velhas

São duas as principais características das vinhas velhas. A principal, na minha opinião, é a que referi acima, um sistema radicular que a protege das adversidades que ocorrem acima do solo. A outra característica é que produz menos.

Realço no entanto, que em relação à produção conta muito a forma como o viticultor trata e conduz a sua vinha. Ao produzir menos uvas, toda a energia produzida irá para essa menor quantidade produzida, refletindo-se numa melhor e mais equilibrada maturação das uvas.

 

Vinho com vinhas velhas

Um vinho com vinhas velhas é normalmente um vinho de maior concentração, no que diz respeito às qualidades que um bom vinho deve ter, isto é, maior intensidade de sabor, de elegância e de complexidade.

Infelizmente um vinho de vinhas velhas é normalmente de pequena produção, com a agravante de existirem cada vez menos vinhas destas. Há 10 anos, era muito mais fácil encontrar vinhas velhas no Douro.

Já no Alentejo, sempre foi difícil encontrá-las, a não ser em zonas como Portalegre ou Vidigueira, ou outras nas quais o cultivo da vinha não foi dizimado durante os anos 30, na época das campanhas do trigo durante o Estado Novo.

 

Vinhas velhas - Monte Cascas

 

Qualidade do vinho com vinhas velhas

A qualidade do vinho obtido com vinhas velhas é indiscutível, até porque um vinho de vinhas velhas tinto ou um vinho de vinhas velhas branco é sempre alvo de muita atenção e empenho pelo produtor, seja na vinha, seja na adega, na qual o enólogo escolhe habitualmente as melhores barricas para estagiar estes vinhos que transportam toda a sabedoria e história da vinha para dentro de uma garrafa.

Agora tenha atenção, se está habituado a vinhos mais simples e diretos, estes de vinhas velhas poderão não ser a sua “praia”.

Lanço-lhe um desafio. Agora que sabe um pouco mais sobre as vinhas velhas, tente interpretar estes vinhos e deixe-se levar pelo sabor da história... e garanto-lhe que vai iniciar um nova etapa da sua caminhada pelo fascinante mundo do vinho.

 


 

Hélder Cunha

A minha vida é o vinho